segunda-feira, 20 de abril de 2009

PrOfIsSãO: REFORMADA??!!

A reformada do séc. XXI

Sempre que tenho que preencher algum formulário em que me perguntam a profissão fico na dúvida sobre o que hei-de escrever!!!
Quando existe a bendita opção de colocar a cruzinha numa das hipóteses já enumeradas, respiro de alívio, coloco o X em "OUTRAS" e sigo, gloriosamente, em frente. O busílis da questão é quando o espaço está em branco à espera da palavrinha (ou palavrinhas) que define a minha situação laboral na sociedade.
Ora bem, FUI professora de Matemática durante cerca de 30 anos, ao serviço do Estado (trocando por miúdos, fui funcionária pública e pronto!) e estou REFORMADA!!!
A questão que se põe é que não gosto da palavra reformada, primeiro porque não é nenhuma profissão e, segundo, porque pressupõe que me sujeitei a uma reforma, coisa que não é de todo verdade, principalmente porque as cirurgias plásticas estão pela hora da morte e os cremes (que eu não uso, rsrs) só são milagrosos no sentido em que nos tiram do bolso, como por milagre, umas boas centenas de euros... e o montante da minha reforma não estica, milagrosamente!!!
Há uma outra hipótese, que também não me agrada especialmente: pensionista! Esta ainda é pior, livra! Parece que estou a viver numa pensão, daquelas que existem em catadupa na Av. da Liberdade, na Almirante Reis e quejandas: "Quartos com banho, águas quentes e frias" ou, melhor ainda, "Aluga-se quartos, zimmers, rooms, chambres"... Por enquanto, vá lá, ainda tenho o aconchego da minha casinha!
Vamos à próxima: aposentada. Credo, fui de castigo para os meus aposentos, pronto! E eu lá sou mulher de aposentos. Na minha tortuosa cabecinha, surge-me logo a imagem das damas dos séculos passados bordando e tomando chá com as amigas nos seus aposentos (nem bordo nem aprecio chá, que raio de mulher sou eu???).
Próxima opção, talvez a menos má: ex-professora. Isto dá azo a muitas conjecturas: terá sido expulsa? ganhou o euromilhões e deixou de trabalhar? o marido virou empresário? assaltou um banco? meteu-se na política? abriu um negócio? Não, é melhor não ir por aqui!!!
Estão a ver o problema que eu tenho para responder a uma questão aparentemente tão simples???!!! Pois é, nunca tinham pensado nisso...
Sabem que mais, se calhar o melhor era nunca ter trabalhado mesmo. Assim, escreveria simplesmente: Nunca fiz nada na vida! e tinha o assunto resolvido, rsrsrs!!!
NOTA: Um beijo muito grande de admiração e respeito para todas aquelas mulheres que, tal como a minha querida mãe, não trabalham fora de casa mas, dentro dela, são gestoras, educadoras, faxineiras, cozinheiras, psicólogas... e muito mais, sem remuneração!!!

16 comentários:

  1. Oi Gabriela,

    Reformada? coloca Mestra. É, no mínimo, mais enigmático. Se você já foi mestre de matemática, não existe ex-mestre e mestrA então, arrasa.
    Beijos,

    Gustavo

    ps: adorei a charge.

    ResponderEliminar
  2. Gabriela,

    obrigado por SEGUIR o VARAL! Vou seguir o seu!

    Bjs

    ResponderEliminar
  3. EU DEIXARIA ESSE CAMPO EM BRANCO E COLOCARIA " DISPONÍVEL PARA TODO O SERVIÇO PÚBLICO", ISTO É VIRARIA "POLÍTICO". É UMA SUGESTÃO

    ResponderEliminar
  4. Gaby
    Eu também fui Funcionária durante 38 anos, mas nunca deixei de ser a mãe, a educadora, a gestora, a psicóloga, a assistente social...
    Porque será que quando se fala na mulher empregada se esquece sempre da sua outra ocupação DOMÉSTICA!!!...
    Bjs
    Marie

    ResponderEliminar
  5. Grande verdade, Marie!!!
    Agora sou... DOMÉSTICA a tempo inteiro (dantes acumulava dois empregos, essa é que é a verdade, rsrs), não passo é recibos verdes!!!!!
    Sou doméstica, mas não domesticada.
    Bj grande.

    ResponderEliminar
  6. Ao despertar para mais um dia, eleve o pensamento aos céus.

    Alcance, pelo pensamento, as altas paragens onde reina a harmonia...

    E já não ouvirá os sons estridentes da Terra, mas as melodias suaves dos Anjos, dos Arcanjos, dos Serafins, que são mais delicadas que as brisas da manhã quando brincam na folhagem dos bosques...

    Eleve a alma ao Criador e sinta o perfume das flores celestes cultivadas nos mundos sublimes.

    Busque a paz interior e, só então,
    levante-se para ter um bom dia...

    beijooo.

    ResponderEliminar
  7. Estou para me aposentar e vou passar por este problema rs..
    não tinha pensado nisso não..rsrs
    Otima postagem a sua e excelente blog..
    estou te seguindo e vou voltar .

    Ps.:Eu sou avô rs

    Beijos

    ResponderEliminar
  8. Sra. Professora,
    eu quero ser uma REFORMADA. Sinal que se é muito mais importante porque já terei feito o que muitos(as) ainda não fizeram!
    Ser bébé, criança, adolescente, jovem/adulta, e mulher...já foi! Agora, mais ainda MULHER, MÃE, Empregada DOMÉSTICA, mas não domesticada :) sou PSI, sou PESSOA, sou EU. E espero chegar so estatuto de AVÓ e EU-REFORMADA além de nunca querer deixar de ser uma criança e se possível voltar ainda à fase bébé :)... é sinal que vou viver até aos 120 anos eheheheh

    será que faltou alguma coisa ainda? :)

    Bjito

    ResponderEliminar
  9. Tens um MiminhO no meu Blog 'oS meUs MimiNhoS'. É exclusivamente para ti :)
    Espero que gostes tanto, como a mim me deu gosto fazê-lo.

    Se quiseres podes passá-lo às pessoas que te apercebas que são também Reformadas!

    Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Olá Gabi! Que tal "Mumaquavó"? Deixa que eles quebrem a cabeça para descobrirem o significado. Agora, se insistirem em saber, então você fala:
    Mulher - Mãe - Quase - Avó
    Mu + Ma + Qua + Vó.
    Desculpe-me pela baboseira. É brincadeira!

    Beijos,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  11. Ellen,
    Quanto ao selo, gostei tanto que fiz um post sobre ele!!!
    Quanto ao resto, acho que não te faltou nada, lol! Vais ser uma EU-REFORMADA e AVÓ 10 estrelas e, de certeza, que não vais perder a criança que tens dentro de ti...porque é uma das coisa que nos mantém vivas, com qualidade. Ah, e uma dose q.b. de loucura, rsssss.
    Bjsss.

    ResponderEliminar
  12. Rosemildo,

    "Mumaquavó" está demais! E é, no minímo, enigmático, rsss.
    Brincar é sempre bom, dá cor à vida. Obrigada pela visita.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  13. Olavo,

    Obrigada pelas suas palavras e por seguir o meu blog!
    Também vou voltar ao seu, sem dúvida!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. Ana,

    Obrigada pelo post que me deixou! As suas palavras tocam-me sempre pela calma e harmonia que transmitem.
    Bjssssssssss

    ResponderEliminar
  15. Estou reformada e ainda não me habituei...
    Leccionei durante 36 anos e agora nada me preenche este vazio...
    Tenho saudades...
    Sou professora de coração até morrer.
    beijocas
    Maria

    ResponderEliminar