quinta-feira, 16 de abril de 2009

A MaT3MáTiCa É Po3siA!


Porque ensinar Matemática foi uma paixão e ajudar a descobrir a sua beleza, uma causa...aqui vos deixo este poema de MILLÔR FERNANDES, que acho fantástico!

Espero que gostem, mesmo que esta ciência maravilhosa não seja a vossa "praia"!!!



POEMA


Um Quociente apaixonou-se
Um dia
Doidamente
Por uma Incógnita.

Olhou-a com seu olhar inumerável
E viu-a, do Ápice à Base...
Uma Figura Ímpar;
Olhos rombóides, boca trapezóide,
Corpo ortogonal, seios esferóides.

Fez da sua
Uma vida
Paralela à dela.
Até que se encontraram
No Infinito.

"Quem és tu?" indagou ele
Com ânsia radical.
"Sou a soma do quadrado dos catetos.
Mas podes chamar-me Hipotenusa."

E de falarem descobriram que eram
O que, em aritmética, corresponde
A alma irmãs
Primos-entre-si.

E assim se amaram
Ao quadrado da velocidade da luz.
Numa sexta potenciação
Traçando
Ao sabor do momento
E da paixão
Rectas, curvas, círculos e linhas sinusoidais.

Escandalizaram os ortodoxos
das fórmulas euclidianas
E os exegetas do Universo Finito.

Romperam convenções newtonianas
e pitagóricas.
E, enfim, resolveram casar-se.
Constituir um lar.
Mais que um lar.
Uma Perpendicular.

Convidaram para padrinhos
O Poliedro e a Bissectriz.
E fizeram planos, equações e
diagramas para o futuro
Sonhando com uma felicidade
Integral
E diferencial.

E casaram-se e tiveram
uma secante e três cones
Muito engraçadinhos.
E foram felizes
Até àquele dia
Em que tudo, afinal,
se torna monotonia.

Foi então que surgiu
O Máximo Divisor Comum...
Frequentador de Círculos Concêntricos.
Viciosos.

Ofereceu-lhe, a ela,
Uma Grandeza Absoluta,
E reduziu-a a um Denominador Comum.

Ele, Quociente, percebeu
Que com ela não formava mais Um Todo.
Uma Unidade.
Era o Triângulo,
chamado amoroso.
E desse problema ela era a fracção
Mais ordinária.

Mas foi então que Einstein descobriu a Relatividade.
E tudo que era espúrio passou a ser
Moralidade
Como aliás, em qualquer
Sociedade.

10 comentários:

  1. Muito legal mesmo!E que linda DATA MARCADA PARA O NASCIMENTO DA BONEQUINHA,HEIM? E passa tão rápido que quando vês, está aí!E tua filha está pertinho de ti? um beijo,chica

    ResponderEliminar
  2. Hoje é o dia certo para você:

    Amar , Ousar

    Produzir. Acreditar,

    Sonhar, Ser Feliz



    Quem realmente vive e ama,

    não faz apenas o que pode



    Quem vive, realmente

    transguide, ultrapassa, vence fronteiras,

    faz cada vez mais por si e pelo próximo



    Viver é amar de verdade,

    como se não houvesse outra chance,

    como se o amanhã fosse hoje



    Viver é Amar valorizando

    Cada pessoa como uma nova chance de ser feliz

    Cada risco como uma oportunidade de aprender

    Cada dia como um presente de Deus!



    Aproveite hoje para mudar sua vida!

    Tome uma atitude!

    Mexa-se!

    e seja

    Bem Feliz neste dia!!!!

    beijooo.

    ResponderEliminar
  3. eheheheh...muito bom este poema :))))

    adorei esta frase porque tanta vez foi repetita ao longo dos anos rsssssss

    ..."Sou a soma do quadrado dos catetos.
    Mas podes chamar-me Hipotenusa." .....

    a soma dos quadrados dos catetos é igual à soma da hipotenusa :)))) quem não se lembra?

    Bjito

    ResponderEliminar
  4. Como aliás, em qualquer sociedade.
    Não pensou, aí faltou a razão,
    Esqueceu, e não foi por maldade,
    Que alí tinha que haver proporção.

    Olha Gabriela, perdoa-me, estive navegando, avistei tua nave, gostei e não resistí.

    Abraços,

    Furtado.

    ResponderEliminar
  5. Mas um beijo às vezes
    Faz parar o tempo em seu desvario
    Arranca mil sentires à alma
    Voa no celeste preso em terno fio

    Liberta esta lava incandescente
    Transbordante em teu peito palpitante
    Dá-te as asas de um pássaro azul
    Transforma o eterno em sublime instante


    Bom fim de semana


    Mágico beijo

    ResponderEliminar
  6. HINO à AMIZADE
    Fiz um ninho de amizade
    Com sementes de vontade
    Que colhi das searas por ceifar
    Nem o vento norte
    Que assobia, sopra forte
    É capaz de destruir este lugar

    Fiz as margens de um ribeiro
    Da coragem fiz veleiro
    Fiz-me ao mar, encontrei amigos
    Regressei tão feliz
    Pois na barca que eu fiz
    Parti só, mas trouxe todos comigo!

    Voei do norte até ao sul
    Pintei meu sonho de azul
    Abri as portas do meu coração
    E nasceu sobre as cidades
    Este Hino à Amizade
    Entre os povos, entre as gentes
    Entre irmãos!

    Fiz poemas de aguarela
    Melodias numa tela
    E senti tanta felicidade
    Nesta luta desigual
    Sempre o Bem vence o Mal
    Cria espaço p’ra cantar à Amizade

    “ESTE HINO À AMIZADE
    PEDE APENAS, NA VERDADE
    PAZ NA TERRA
    E AMOR NO CORAÇÃO”

    ResponderEliminar
  7. *Gabriela !!! *

    *Obrigada pelo teu comentário sobre a minha

    postagem no *Caderninho à respeito da

    senhora *Irena Sandler !!! (Chorei muito

    quando li o texto !!!).

    *Mudando de assunto ...

    *Gosto muito desta poesia sobre

    a *Matemática !!! *É DEZZZZZZZZZZ !!! *

    *Ótima segunda-feira !!!

    *Abraços.

    ResponderEliminar
  8. TUDO É RELATIVO. ATÉ A VIDA, QUE NÃO PASSA DE UM MINUTO DE FOLGA QUE A MORTE DESTINADA NOS DÁ CADA DIA. ATÉ VIVER É RELATIVO. COMO MORRER, CLARO. MAS MORRER TEM MENOS RELATIVIDADE. PARA LÁ CAMINHAMOS. É NECESSÁRIO QUE VIVAMOS, COM TODA A RELATIVIDADE, ESSE MINUTO, CADA DIA.

    ResponderEliminar
  9. lolol outro poeta eheheheheh

    Gabriela, mete essa resposta do gdb em estrutura diferente numa postagem e verás como fica bonito!

    Beijinho para os dois.

    ResponderEliminar
  10. É, o GDB tem esta faceta, rssss!!! É um poço de surpresas...muitas das quais só eu conheço.
    Senão, como é que lhe aturava as caturrices, eh, eh???!!!
    Mas está bonito mesmo e com "substância"!
    Bj, bj, amiga.

    ResponderEliminar