terça-feira, 31 de março de 2009

Fui ao Bau...1º round!

Fui ao bau das recordações e deparei-me com uma das minhas "escrevenhices" da juventude... O curioso é que continuo a ter o tal castelo, o segredo é que já é outro (ou será o mesmo da menina/mulher de 1976, só que com outros contornos?!)!!!


O meu castelo
Tenho um castelo no meio do mar
Que não tem rei nem rainha
Nem é para morar...
O meu castelo tem dentro um segredo
Grande, grande como o Mundo
Mas que cabe numa mão fechada!
O meu castelo não tem guardas que o possam guardar
É pequenino, pequenino...
E lá está ele, no meio do mar
O meu castelo que não é para morar
Tem lá dentro um segredo
(Vê lá, não digas tu nada...)
Grande, grande como o Mundo
Mas que cabe numa mão fechada!...
18/06/1976

4 comentários:

  1. Muito bonito... lembra os contos infantis :)

    Bjito

    ResponderEliminar
  2. Para além de se contactar com outras pessoas, a magia deste espaço é fazer-nos reviver momentos bem guardados, quasi esquecidos...
    Aconteceu-me o mesmo quando criei o fotoblog "Minhas Imagens" que me fez voltar a viajar por locais tão agradáveis, que tinha guardado em fotografia!
    Bjs,
    Marie

    ResponderEliminar
  3. É isso mesmo, Marie! Como, na minha adolescência/juventude não havia computadores, telemóveis, consolas, tv por cabo, etc, etc, restavam-me, FELIZMENTE, os livros, o convívio com a família e os amigos, ouvir música e "escrevinhar" muito!
    Agora, dá-me imenso prazer reler esses textos e, porque não?, partilhá-los. Afinal, os anos passaram, houve o natural amadurecimento, o inevitável envelhecimento mas a minha essência é a mesma.
    Um beijinho tb p si.

    ResponderEliminar
  4. Pois, o meu castelo ainda existe. Tem sonhos perdidos, outros ainda vivos e ainda sonhos que gostava de ter. Pouco a pouco e dia a dia o updating faz-se. Muitas das vezes, parece que esse castelo se desmorona e vêm à tona os sonhos. Todos. E é isso que me faz despertar e começar a sonhar. De novo.

    ResponderEliminar