terça-feira, 31 de março de 2009

Mais um selo...

Já ganhei outro selo, oferta da minha amiga Ellen! Tenho que arranjar uma forma de ir "arrumando" estes presentes de uma maneira mais organizada... Lá chegarei (acho eu, rsrsrs!!!)!!!

Fui ao Bau...1º round!

Fui ao bau das recordações e deparei-me com uma das minhas "escrevenhices" da juventude... O curioso é que continuo a ter o tal castelo, o segredo é que já é outro (ou será o mesmo da menina/mulher de 1976, só que com outros contornos?!)!!!


O meu castelo
Tenho um castelo no meio do mar
Que não tem rei nem rainha
Nem é para morar...
O meu castelo tem dentro um segredo
Grande, grande como o Mundo
Mas que cabe numa mão fechada!
O meu castelo não tem guardas que o possam guardar
É pequenino, pequenino...
E lá está ele, no meio do mar
O meu castelo que não é para morar
Tem lá dentro um segredo
(Vê lá, não digas tu nada...)
Grande, grande como o Mundo
Mas que cabe numa mão fechada!...
18/06/1976

Esclarecimento

Para que conste, rejeitei um comentário a um dos meus post's, não pelo seu conteúdo, mas pelo facto de ser ANÓNIMO!!!
Sempre que escrevemos algo que se vai tornar público, devemos assiná-lo, independentemente dos outros concordarem ou não connosco. Esconder-mo-nos sob a capa do anonimato é cobardia e falta de carácter.
O assumir de convicções é um valor que muito prezo ( tenho muitos, meu querido GDB, como sabes, não é só "troca de miminhos", eh, eh!) e não abro mão dele por nada!!! Se, porventura, entendo, que, eventualmente, poderei ferir muitas susceptibilidades, prefiro ficar calada, por opção, mas NUNCA, falar (escrever) sem ser dando a cara, frontalmente.
Mais outra coisa, ao criar este blog, fi-lo para me divertir, soltar-me, ser eu... é um espaço à minha maneira onde todos são carinhosamente benvindos, mas sou eu que o direcciono (certo, GDB???)!
Criei-o também para perservar a minha sanidade mental, porque tenho, nem que seja por uns minutos diários, que me libertar do espectro da CRISE que tomou conta das nossas vidas e das nossas almas. Cada um tem que estar bem consigo próprio e tem que arranjar os seus próprios mecanismos para lidar com os seus "fantasmas"!!!
Foi uma luta dura chegar aqui. Não reservo a ninguém o direito de tomar o rumo da minha vida nas suas mãos!!!
E pronto, amigos, revelei aqui uma das minhas facetas: Adoro rir, brincar, receber e dar miminhos (sr. Anónimo, estou a responder-lhe!!!) mas sou uma mulher frontal, de muitas convicções, que não tem medo de dizer o que pensa.
Afinal, tenho 50 anos, muita estrada percorrida, muitos obstáculos ultrapassados e a certeza de que se tenho que continuar a provar algo a alguém é a mim própria!!!

segunda-feira, 30 de março de 2009

Mais uma vez, Obrigada!!!

Em tão pouco tempo já recebi 2 miminhos da minha amiga Ellen e um selinho da querida Marie que, generosamente, também já dedicou algum do seu tempo a este meu blog!
Obrigada, obrigada!!
Ao meu marido, à minha doce filha e à minha querida Sofia um beijo enorme pelo apoio e participação.

Filhos...

"Mãe, sempre que olho para ti, estás mais bonita!" - Dário, 9 anos, o meu filho mais novo.

"Quem tem uma mãe assim tem tudo! Sempre juntas! LY" - Inês, 26 anos, a minha filha mais velha, num "comment" ao meu hi5.

"Vá, pronto, também tenho saudades!" - Pedro, 22 anos, o meu filho do meio, ao telefone, de Lisboa para Avilez.


OS 3 DIFERENTES, OS 3 IGUAIS!!! NÃO SABERIA VIVER SEM NENHUM...

Obrigada!

Tenho que agradecer, publicamente, à minha amiga Ellen, a paciência q tem tido em seguir este meu tosco blog, dando-me imensas dicas sobre como melhorá-lo e ensinando-me a fazer imensas coisas (banais p a maioria mas complicadas p a minha ignorante pessoa!!!)!
Nestes 2 últimos dias tem havido uma intensa troca de sms, lol!!!
As hora a que escrevo as minhas "prosas e poemas" (prefiro chamar-lhes "pensamentos simples postos em papel" e, neste caso, PAPEL é uma força de expressão!) também não estão certas, assim como, quando quero adicionar informações do meu perfil à pág. do blog, também me dá erro!!!!!!!!!!
Enfim, com o tempo, paciência e perseverança, isto há-de tomar o rumo q eu quero.
Um beijinho para ti, Ellen e também para o meu marido, filhota, Sofia e Angy que já me honraram c a sua visita.

domingo, 29 de março de 2009

AmOr... à minha maneira

Eu ainda acredito no Amor!
Não no amor de "almas gémeas" mas no das diferenças que se completam. Não no amor do "somos dois em um" mas naquele em que cada um pensa no outro, apesar da sua individualidade. Não no amor-paixão, mas no amor em que a paixão também está presente. Não no amor "como há 30 anos!" mas no amor que resiste à passagem do tempo, tem tonalidades diferentes, é suave, doce, apaziguador e companheiro. Não no amor "não consigo viver sem ti!" mas naquele que diz "se faltares, eu vou viver por nós dois, contigo no coração!". Não no amor das palavras, do "amo-te" diário, dos beijos apaixonados e das carícias constantes mas no amor das atitudes, do entendimento, no amor que adivinha de tão bem conhecer o outro. Não acredito no amor que "precisa de espaço" (esse chavão tão em moda!) mas que o espaço precisa de amor! A liberdade de cada um flui naturalmente quando duas pessoas se amam. Não acredito no amor "fazemos tudo em conjunto, gostamos os dois do mesmo!", mas acredito naquele amor em que se é uma equipa com objectivos comuns mas em que cada um respeita os gostos, os hobbies e as diferenças individuais. Não acredito no amor "estamos sempres de acordo", é porque alguém se está a anular e um dia vai procurar a sua identidade e não vai voltar nunca!!!Acredito que o amor deveria ser tão leve que não pesasse mais que uma borboleta no ombro, que deveria ser tão livre para se manter sempre amor...mas não é assim. Por amor, sofremos, mudamos, cedemos, choramos, crescemos, atravessamos oceanos, desbravamos florestas, perdemo-nos no deserto...mas também nos encontramos, rimos, somos praticamente felizes num dia de chuva, choramos só porque o mar é azul ou porque olhamos a neve...o amor não é racional! Não tem um tempo certo! Pode ser eterno...ou não!Mas eu ainda acredito no amor...eterno...e no destino!!!


"eu"

sábado, 28 de março de 2009

O "meu" tempo...

"Tempo q dança e avança
e rodopia numa dança
dança numa contradança
na valsa de cada dia
repleto da magia
de um tango dançado a dois
para quem sabe que o tempo
é o que virá depois!"
"eu"

"De poeta e de louco todos temos um pouco!"

Seguramente, terei muito mais de louca do que de poeta! A criação deste blog, se isso lhe posso chamar, é a resposta a um "desafio" de uma amiga já bastante experimentada nestas andanças.
Gosto de escrever para "consumo" próprio, para aliviar a alma, como costumo dizer e não tenho a miníma pretensão de "dar novos mundos ao Mundo".
Alinhavo ideias, tento exprimir sentimentos que não saem por palavras e, sobretudo, este universo cibernauta fascina-me, embora seja uma perfeita leiga nestes assuntos!!!
Mas adoro aprender, experimentar e interagir...e, por isso, aqui estou! Um pouco envergonhada e receosa, confesso, porque não sei se vou conseguir fazer o que já idealizei na minha cabeça, por ignorância, por falta de tempo...
Bem, o 1º passo foi dado e, como não sou mulher de desistir, agora é seguir em frente!
Afinal, se não ousarmos, como poderemos alguma vez saber se valeu a pena???